5 passos para reduzir a produção de lixo dentro de casa

produção de lixo

Já parou para pensar em como está a produção de lixo dentro da sua casa? Você já deve saber sobre os impactos que esses resíduos possuem sobre o meio ambiente. Estamos em uma situação alarmante! Então, é fundamental começarmos a prestar atenção nos tipos e na quantidade de produtos que compramos. Além de como os consumimos e como os descartamos. Porque, querendo ou não, de pouco em pouco, podemos estar causando um efeito bem maior do que imaginamos.

Por isso, nós preparamos este blog, com algumas simples ações que realmente podem te ajudar a reduzir a produção de lixo onde você vive. Dá uma olhada:

1. Utilize o mínimo possível de embalagens

Nem tudo o que compramos precisa realmente estar dentro de um pacote. Pense um pouco nos alimentos do supermercado. O mais comum é adquirir produtos dentro de embalagens, muitas vezes feitas de plástico: cada um deles em pacotes individuais. E conforme compramos, sem perceber, a produção de lixo só cresce.

Mas procurar alternativas para essas embalagens é possível em muitos casos. Dispense, por exemplo, a compra de frutas já cortadas dentro de caixinhas de plástico. Além disso, existem muitas mercearias que vendem diversos tipos de grãos por quilo. Nesses casos, você pode levar potes de vidro na hora da sua compra. Outra opção é tentar encontrar produtos embalados em pacotes feitos de material reciclado. Isso também pode ser de grande ajuda!

Assim, as pequenas ações que aumentavam a produção de lixo, se transformam em pequenas ações que diminuem bastante esse problema!

2. Comece a adotar itens que são reutilizáveis

As sacolinhas plásticas já geraram grande polêmica, mas nunca saíram, por completo, de circulação. E será que não podemos tomar a iniciativa e começar a usar sacolas reutilizáveis? Os plásticos são um grande inimigo da natureza e são usados sem a menor consciência… As ruas e os oceanos não nos permitem mentir, certo?

Mas isso ainda é bastante parecido com a questão das embalagens. Então vamos ver um outro exemplo para se conseguir uma produção menor de lixo: você com certeza já ouviu falar das pilhas recarregáveis. Elas são um ótimo investimento. Já que te poupam de comprar (e descartar!) pilhas aos montes. É só recarregar e ela está pronta para ser utilizada novamente!

3. Reaproveitar é uma palavra chave!

Será que tudo o que você joga no lixo é realmente lixo? É muito importante pensar duas vezes antes de jogar qualquer coisa fora. Muitas vezes as coisas possuem utilidades que nem imaginamos.

Você pode, por exemplo, empreender projetos mais complexos de artesanato na sua casa. Como a confecção de móveis, vasos de planta, objetos de decoração, etc. Tudo com itens que antes você não queria mais. Tem bastante coisa interessante na internet para te ajudar com isso! Mas há também coisas mais simples, como usar papéis rabiscados como rascunho. Fazer doações do que não é mais útil para você, mas que pode ser para outras pessoas!

As possibilidades são muitas! O importante é diminuir a produção de lixo!

4. Planeje bem as refeições

Voltando ao supermercado novamente… Que tal planejar as refeições com mais cuidado antes de decidir comprar? Quando vamos ao supermercado uma vez por mês, por exemplo, acabamos comprando muito mais do que realmente precisamos. Não tenha dúvida de que muito disso resulta em desperdício. E em mais produção de lixo. O lixo orgânico também é altamente prejudicial, sabia?

Então, saia para comprar comida com mais frequência. Assim fica mais fácil de calcular o que, de fato, você irá consumir. O planejamento evita o desperdício e ainda poupa o seu precioso dinheiro!

5. Conhece a compostagem?

Sabia que você pode reaproveitar até o lixo orgânico? A compostagem é uma ótima maneira de reduzir o desperdício de alimentos. Além de evitar, também, que sejam descartados inadequadamente. Nos aterros sanitários, esse lixo produz gases nocivos e líquidos tóxicos ao solo!

Mas com a compostagem, os resíduos de comida deixam de ser mais um problema de produção excessiva de lixo para serem transformados em adubo! E em um adubo de qualidade. Isso é ótimo para quem cria plantas ou para quem está pensando em começar!

Visite este blog e descubra um pouco mais sobre a compostagem!

E então? Encontrou uma ou duas coisas para mudar na sua rotina? Mesmo que seja com passos pequenos é importante tentar fazer a diferença!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *