O que são adubos orgânicos: os diferentes tipos para o seu jardim

adubo orgânico

O adubo orgânico é feito unicamente de materiais provenientes da natureza. Ele é, portanto, ideal para enriquecer o solo e torná-lo propício à multiplicação de microrganismos benéficos, essenciais para o crescimento das plantas. E o que é melhor: além de enriquecer, o adubo orgânico também pode recuperar um solo empobrecido!

Os fertilizantes químicos, por outro lado, podem servir aos seus propósitos em um primeiro momento. Mas conforme são utilizados, retiram as riquezas do solo, reduzindo a presença dos microrganismos e, em casos mais graves, levam também à ocorrência de desastres ambientais.

O adubo orgânico, ainda que tome um pouco mais de tempo para apresentar resultados, faz com que estes sejam duradouros. As plantas crescem saudáveis e com força para resistirem a diversos infortúnios, como pragas ou doenças!

Neste blog, iremos falar um pouquinho mais sobre ele, além de te mostrar uma maneira bem interessante de conseguir um adubo super nutritivo!

Os diferentes tipos de adubos orgânicos

Os variados tipos de adubos orgânicos apresentam propriedades próprias. Eles fornecem ao solo nutrientes que variam de acordo com o material utilizado.

Sendo assim, a composição de cada tipo faz com que tanto a terra como as sementes plantadas respondam de maneiras diferentes. Ou seja, o adubo que você escolhe para o seu jardim depende do estado do solo, bem como do que se pretende cultivar.

A seguir separamos os diferentes tipos de adubo de acordo com os 3 principais nutrientes. Confira:

Rico em nitrogênio

O nitrogênio é o nutriente responsável pelo crescimento. Seu uso costuma ser recomendado, especialmente, quando a planta atingiu a metade de sua vida e precisa de incentivo para continuar a crescer e produzir mais folhas. Além disso, o nitrogênio é ótimo para dar uma cor mais intensa à vegetação.

Exemplos de adubos orgânicos ricos em nitrogênio são os feitos de farelo de algodão e restos de peixe.

Rico em fosfato

O fósforo é o tipo de nutriente que deve ser utilizado constantemente. Porque é por meio dele que a planta consegue fortalecer suas raízes e caules. Desse modo, uma planta deficiente em fosfato tende a apresentar um crescimento dificultoso. Além disso, esse nutriente contribui também para uma melhor floração e frutificação.

Exemplos de adubos ricos em fosfato são os feitos de farinha de osso e cinzas de madeira.

Rico em potássio

Os adubos orgânicos com potássio contribuem para o desenvolvimento de raízes mais profundas e resistentes, além de serem capazes de retardar a ação de eventuais doenças e pragas. Assim, quando o potássio não é utilizado, você muito provavelmente irá presenciar o amarelamento ou escurecimento das folhas e, se nada for feito, elas acabarão morrendo.

Outra característica importante do potássio é que ele influencia na qualidade e tamanho dos frutos produzidos!

Exemplos de adubos orgânicos ricos em potássio são os feitos de casca de ovo, bem como de banana.

Adubo feito com o lixo orgânico da sua casa

Agora queremos te fazer uma pergunta: como você pretende adquirir seu adubo orgânico? Sabia que dá para fazer um adubo excelente com os restos de alimentos produzidos na sua cozinha?

Para isso você precisa reunir os resíduos, sejam eles de origem vegetal ou animal. Isso mesmo, não jogue fora! Com o tempo (a quantidade irá depender do método utilizado), as sobras vão passar pelo processo de decomposição. E será através desse processo que o adubo orgânico vai ser produzido com todos os nutrientes (nitrogênio, fosfato, potássio). Colaborando para que o seu jardim ou horta fiquem muito mais saudáveis e bonitos.

Quer saber como isso acontece? Acesse nosso blog sobre como transformar seu lixo orgânico em um adubo super nutritivo e fique por dentro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CNPJ: 07.045.139/0001-09

Copyright Terraform Kitchen© 2020.  Desenvolvido por WSI Consultores

Quer acompanhar nossas novidades ou receber cupons de descontos?